ALTO FALANTE

sexta-feira, 25 de julho de 2014

DIRETAS DO LEÃO!!!

DIRETAS DO LEÃO

ESTE BLOGUEIRO ESTE NA VILA DE IGARAPÉ AÇÚ, E EM CONVERSAS COM OS GARAPEUARAS FUI INFORMADO DE QUE ALGUMAS PESSOAS QUE RESIDEM NA SEDE DO MUNICÍPIO DE CAPITÃO POÇO, AO VISITAREM A REFERIDA VILA FICAM FAZENDO ARRUAÇAS, CANTANDO PNEUS DE CARROS ATÉ LEVANTAR POEIRA FATO QUE INCOMODA A POPULAÇÃO DAQUELE MARAVILHOSO LUGAR. UMA PERGUNTA! ESSAS PESSOAS PENSAM QUE SÃO OS DONOS DA SITUAÇÃO? SÓ PORQUE OS PAIS TÊM DINHEIRO? OU QUEREM CHAMAR ATENÇÃO? UM POUCO DE RESPEITO SEMPRE É BOM E FAZ BEM A SAÚDE. BAGUNÇAR NA TERRA ALHEIA NÃO É UMA BOA IDÉIA. FICA AQUI A COBRANÇA DESSE BLOGUEIRO AO COMANDO DA POLÍCIA MILITAR, QUE FAÇAM RONDA NAQUELA LOCALIDADE AOS FINAIS DE SEMANA, PARA COIBIR ESSE TIPO DE AÇÃO IDIOTA, AFINAL DE CONTA O TRABALHO OSTENSIVO FICA A CARGO DA POLÍCIA MILITAR, NÃO SABEMOS O PORQUE DAS GUARNIÇÕES NÃO COMPARECEREM NO LOCAL QUE ESTAMOS CITANDO.

GENTE QUE FAZ MAL PARA CAPITÃO POÇO!!!

AS ELEIÇÕES ESTÃO CHEGANDO E É BASTANTE COMUM APARECER EM NOSSO MUNICÍPIO CANDIDATOS COPA DO MUNDO, QUE SÓ PASSAM POR AQUI DE QUATRO EM QUATRO ANOS. É O CASO DE ALGUNS CANDIDATOS QUE SOMENTE SERVEM PARA FAZER O MAL PARA A NOSSA GENTE, CUIDADO COM ELES! TEM CANDIDATO QUE JÁ NOS DEIXOU SEM A VIATURA MÓVEL DA POLÍCIA MILITAR QUE ESTAVA TUDO CERTO PARA VIR PARA CÁ E FOI DESVIADA POR ELE PARA OUTRO MUNICÍPIO. A VERBA PARA A CONSTRUÇÃO DA NOVA DELEGACIA TAMBÉM FOI DESVIADA POR ELE PARA OUTRA CIDADE, VOCÊS JÁ SABEM DE QUEM ESTOU FALANDO NÉ? PARA O BOM ENTENDEDOR MEIA PALAVRA BASTA. O DESVIU DA BASE MÓVEL DA PM E E A VERBA PARA A CONSTRUÇÃO DA DELEGACIA, SÃO DUAS CITAÇÕES SOMENTE, MAS EXISTEM VÁRIAS OUTRAS AÇÕES QUE DESSE CANDIDATO QUE SÓ PRESTA PARA ATRAPALHAR O PROGRESSO DA NOSSA TERRA QUERIDA. E AINDA TEM POLÍTICOS DO NOSSO MUNICÍPIO QUE  APOIAM ESSE TIPO DE PESSOAS PARA CARGOS ELETIVOS E AINDA PEDEM VOTOS PARA ESSE CARA DE PAU PARA O NOSSO ELEITORADO; POUCA VERGONHA! APOIAR UM SALAFRÁRIO DESSES É PROVAR QUE NÃO ESTÁ NEM AÍ COM O NOSSO POVO, AQUI PRA ESSE CANDIDATO E PARA QUEM APOIA ELE!!!

A PERGUNTA QUE NÃO QUER CALAR!

AO FAZER UMA VISITA AO MUNICÍPIO DE GARRAFÃO DO NORTE ME DEPAREI COM A OBRA DE UMA SUBESTAÇÃO DE ENERGIA ELÉTRICA QUE COMEÇOU A SER CONSTRUÍDA E NÃO SABEMOS O PORQUE DA PARALISAÇÃO DA OBRA, SE A CONCLUSÃO DA MESMA IRIA TRAZER MELHORIAS PARA A POPULAÇÃO QUE A MESMA SEJA CONCLUÍDA.  E QUE A EMPRESA RESPONSÁVEL PELO SERVIÇO DÊ PELO MENOS UMA EXPLICAÇÃO PARA A SOCIEDADE, DIZENDO O PORQUE DA PARALISAÇÃO DO SERVIÇO, O QUE NÃO PODE É FICAR UM ELEFANTE BRANCO SEM A MÍNIMA IMPORTÂNCIA, QUE A CARAPUÇA SIRVA PARA QUEM REALMENTE SEJA CULPADO POR ESSE SERVIÇO QUE FOI COMEÇADO, MAS QUE NÃO FOI CONCLUÍDO.    




PRA MEDITAR!!!




"É melhor você ter uma mulher engraçada do que linda, que sempre te acompanha nas festas, adora uma cerveja, gosta de futebol, prefere andar de chinelo e vestidinho, ou então calça jeans desbotada e camiseta básica, faz academia quando dá, come carne, é simpática, não liga pra grana, só quer uma vida tranqüila e saudável, é desencanada e adora dar risada.
Do que ter uma mulher perfeitinha, que não curte nada, se veste feito um manequim de vitrine, nunca toma porre e só sabe contar até quinze, que é até onde chega a sequência de bíceps e tríceps.
Legal mesmo é mulher de verdade. E daí se ela tem celulite? O senso de humor compensa.
Pode ter uns quilinhos a mais, mas é uma ótima companheira. Pode até ser meio mal educada quando você larga a cueca no meio da sala, mas e daí?
Porque celulite, gordurinhas e desorganização têm solução. Mas ainda não criaram um remédio pra FUTILIDADE!!"

__Arnaldo Jabor

FELIZ ANIVERSÁRIO ASSUNÇÃO (NOSSO MESTRE)

OBRIGADO POR NOSSA AMIZADE MEU GURU, OBRIGADO PELA SUA EXISTÊNCIA, OBRIGADO PELA SUA SABEDORIA, PELA SUA DECÊNCIA, PELA SUA HOMBRIDADE, PELA SEGURANÇA QUE NOS PASSA QUANDO CHEGAMOS PERTO DE VOCÊ. 

OBRIGADO POR PERMITIR QUE FAÇAMOS PARTE DO SEU GRUPO SELETO DE AMIGOS, VOCÊ É TUDO E POUQUINHO MAIS.

PARABÉNS MUITAS FELICIDADES!!!

DO BLOGUEIRO ARNALDO LEÃO E FAMÍLIA.

NOTÍCIAS E INFORMAÇÕES!!!




'Falei a verdade', diz primo de Bruno sobre local do corpo de Eliza

Delegado disse que vai fazer buscas no ponto indicado por Jorge Luiz Rosa.
Jorge diz que quer dar à mãe de Eliza direito de enterrar a filha dignamente.

Raquel Freitas Do G1 MG
O primo do goleiro Bruno Fernandes, Jorge Luiz Rosa, disse na noite desta quinta-feira (24) que está falando a verdade em relação ao local onde o corpo de Eliza Samudio teria sido enterrado na Região Metropolitana de Belo Horizonte. Ao ser perguntado sobre como estava sua consciência ele respondeu: “tranquila, desabafei, falei a verdade”.
Jorge Luiz Rosa deixa delegacia após ser ouvido em Belo Horizonte (Foto: Raquel Freitas / G1)Jorge Luiz Rosa deixa delegacia após ser ouvido em Belo Horizonte (Foto: Raquel Freitas / G1)
Rosa ainda afirmou que a vida “está difícil” desde o dia da morte de Eliza. Durante a tarde e parte da noite, ele foi ouvido no Departamento de Investigação de Homicídios e Proteção à Pessoa (DIHPP), em Belo Horizonte. O delegado Wagner Pinto informou que a corporação vai fazer buscas pelo corpo de Eliza nesta sexta-feira (25) no local indicado por Rosa. Com a presença da perícia, o terreno deve começar a ser escavado por volta das 9h.
 
saiba mais 
 
Wagner Pinto contou que o lote vago fica perto da casa de Marcos Aparecido dos Santos – condenado por matar Eliza Samudio –, localizada na cidade de Vespasiano, na Região Metropolitana de Belo Horizonte. Ele disse ainda que foi ao terreno nesta quinta-feira na companhia de Rosa e que a versão do primo de Bruno tem certa coerência. Segundo o delegado, no lote há um coqueiro, como o jovem havia descrito.

"Ele [Jorge] esclareceu que a Eliza Samudio foi levada por ele e pelo Macarrão à casa do Bola, onde foi assassinada. O Bola teria dado uma gravata na Eliza, asfixiado ela até a morte e depois decepou uma das mãos da Eliza. E depois disso, segundo a versão dele, enrolou o corpo e a mão num lençol e depois colocou no interior de um saco de cadáver. (...) E depois foram para um lote vago, próximo à casa do Bola, onde já havia uma cova feita, um buraco profundo, aparentemente feito por uma retroescavadeira, segundo ele. E ali foi arremessado o saco contendo o corpo da Eliza. E, posteriormente, os três – o Jorge, o Macarrão e o Bola – teriam enterrado o corpo", relatou Pinto sobre o depoimento do primo de Bruno Fernandes.

Eliza foi morta em 2010. O goleiro foi condenado a 22 anos e 3 meses de prisão por ter tramado a morte da ex-amante para não pagar pensão alimentícia ao filho recém-nascido – hoje com quatro anos. Em junho, ele foi transferido para a Penitenciária de Segurança Máxima de Francisco Sá, no norte de Minas Gerais.
Rosa disse saber onde Eliza foi enterrada em uma entrevista concedida à Rádio Tupi do Rio de Janeiro e veiculada nesta quinta-feira. Ele viajou para Minas Gerais com o advogado Nélio Andrade e policiais cariocas. 

Durante a tarde desta quinta, Andrade afirmou que rodou por cerca de duas horas na Região Metropolitana de Belo Horizonte para achar o lugar e encontrou. Depois disso, eles procuraram uma companhia da Polícia Militar em Vespasiano.

“Rodamos. Quase passamos pelo local, quando ele disse: ‘para aqui, eu reconheço isso aqui’. Quando ele desceu, ele chorou, se emocionou, se arrepiou, e me mostrou o coqueiro. Exatamente o que ele descreveu na gravação da Rádio Tupi, é o que está no local”, disse o advogado.

Wagner Pinto afirmou que o terreno tem características semelhantes às que Rosa descreveu e que a polícia vai preservar e fazer a segurança do terreno. "Ele [Jorge] afirma 100% que o local é aquele", ressaltou. O delegado disse que o primo de Bruno vai acompanhar os trabalhos de escavação nesta sexta-feira.
Questionado se este seria o ponto final do caso, o primo de Bruno disse: “com certeza”. Ele ainda afirmou que quer dar à mãe de Eliza o direito de enterrar a filha dignamente.


Após 16 horas de velório e desfile em carro aberto, Ariano é enterrado

Despedida de Suassuna reuniu familiares, amigos e fãs, no Recife.
Escritor e dramaturgo morreu aos 87 anos, por complicações de um AVC.

Do G1 PE
Familiares de Ariano Suassuna prestaram a última homenagem ao escritor no Cemitério Morada da Paz, em Paulista, no Grande Recife (Foto: Vitor Tavares / G1)Familiares de Ariano Suassuna prestaram a última homenagem ao escritor no Cemitério Morada da Paz, em Paulista, no Grande Recife (Foto: Vitor Tavares / G1)
A morte nunca é sina. É vida com outro nome"
Trecho de mensagem da
Arquidiocese de Olinda e Recife lida
durante o velório de Ariano Suassuna
Após 16 horas de velório, o corpo do escritor, dramaturgo e poeta Ariano Suassuna foi enterrado no Cemitério Morada da Paz, em Paulista, no Grande Recife, nesta quinta-feira (24). O sepultamento foi precedido pela leitura de dois poemas, a pedido da viúva, Zélia de Andrade Lima. Um dos netos do casal, João Suassuna, recitou "Acahuan", que Ariano escreveu em homenagem a seu pai, e "A mulher e o reino", feito para a esposa. Todos os parentes acompanharam a leitura muito emocionados, e Zélia foi amparada por eles.

Durante a cerimônia, que durou aproximadamente uma hora, muitos fãs e amigos também prestaram suas últimas homenagens ao escritor. A neta Germana Suassuna, psicóloga, fez questão de destacar a importância da população no momento de despedida de seu avô. "Dentro da corda [que separava os familiares e amigos dos admiradores], está o Brasil oficial. Mas meu avô gostava mesmo era do Brasil real, que está fora da corda", disse, seguida de muitos aplausos.

O caixão chegou ao cemitério pouco antes das 17h, após ter desfilado em carro aberto, em um veículo do Corpo de Bombeiros, fazendo o percurso desde o Palácio do Campo das Princesas, local do velório. Ainda no palácio, no centro do Recife, os netos de Ariano carregaram o caixão até o carro, ao mesmo tempo em que os presentes aplaudiam e cantavam -- o frevo "Madeira que cupim não rói" e o grito de guerra do Sport, time do coração do autor. Um dos filhos de Ariano, o artista plástico Dantas Suassuna, acompanhou o caixão do pai durante o trajeto. A cerimônia de sepultamento contou ainda com salva de tiros, a execução instrumental da Ave Maria e da Oração de São Francisco e uma chuva de pétalas.
Dantas Suassuna, filho de Ariano, acompanha o caixão do pai no percurso entre o velório e o cemitério (Foto: Kety Marinho / TV Globo)Dantas Suassuna (de camisa azul) acompanha o caixão do pai no percurso entre o velório e o cemitério (Foto: Kety Marinho / TV Globo)
No percurso de 40 minutos até o cemitério, muitas pessoas foram às ruas do Recife e Olinda para acompanhar a passagem do corpo de Ariano Suassuna. A população aplaudia quando o carro do Corpo de Bombeiros passava e entoava o nome do escritor paraibano. No Cemitério Morada da Paz, familiares e amigos também seguiram de perto o caixão de Suassuna até o local onde foi enterrado.

Desde a noite de quarta-feira (23), até a tarde desta quinta, foi grande o número de familiares, amigos e fãs que passaram pelo Palácio das Princesas, durante o velório. O caixão esteve o tempo todo coberto por bandeiras do Sport, da Universidade Federal de Pernambuco (UFPE), de Pernambuco e do Brasil.

A presidente da República, Dilma Rousseff, passou cerca de 40 minutos no local, onde conversou com familiares do escritor e com políticos, como o governador de Pernambuco, João Lyra Neto, e o candidato a presidente pelo PSB, Eduardo Campos. Dilma deixou o local sem fazer declaração pública. Também estiveram presentes o ministro dos Esportes, Aldo Rebelo; os governadores Ricardo Coutinho (Paraíba) e Jaques Wagner (Bahia); o senador Humberto Costa e o prefeito do Recife, Geraldo Julio.
Caixão com o corpo de Ariano Suassuna chega ao cemitério (Foto: Vitor Tavares / G1)Caixão com o corpo de Ariano Suassuna chegou ao cemitério pouco antes das 17h (Foto: Vitor Tavares / G1)
A missa de corpo presente foi celebrada pelo arcebispo de Olinda e Recife, Dom Fernando Saburido, e acompanhada com muita emoção por parentes, amigos e admiradores de Ariano Suassuna, no final da manhã . A celebração durou cerca de uma hora e Saburido destacou que Ariano, reconhecidamente espirituoso e assumido devoto de Nossa Senhora, era conhecido por ser um homem de fé. Uma mensagem preparada pela Arquidiocese especialmente para a ocasião foi lida. Em forma de poesia, um trecho dizia: "A morte nunca é sina. É vida com outro nome". O texto impresso foi entregue pelo arcebispo nas mãos da viúva, Zélia.
 
Filha de Ariano Suassuna e atual secretária de Desenvolvimento Social e Direitos Humanos do Recife, Ana Rita Suassuna se emocionou ao falar do pai, ressaltando o grande homem que ele foi não somente nas artes, mas também em casa. De acordo com ela, a felicidade com que o escritor passou os últimos dias amenizou, de certa forma, o sofrimento dos parentes. "Na última semana, ele fez duas aulas-espetáculo, uma no Teatro Castro Alves, em Salvador, e outra em Garanhuns. E a satisfação dele, quando chegou em casa, contando com alegria a festa que foram essas duas aulas. Então, a Caetana [como Ariano chamava a morte] chegou, mas ele está aqui presente com a gente", contou.

Para a filha mais velha de Ariano, Maria das Neves, o carinho demonstrado pelas pessoas ao pai é o maior legado que ele deixa. "O maior legado que fica é o carinho que as pessoas têm por ele, não é nem tanto a obra. Esse carinho está vindo de todo o Brasil, estamos recebendo muitas mensagens", afirmou, agradecendo especialmente ao apoio que as pessoas têm dado à mãe, Zélia.

Durante o velório, um admirador de Ariano cantou o frevo "Madeira que cupim não rói", um dos preferidos do escritor, e chegou a arrancar aplausos dos familiares que estavam presentes. Enrolado em uma bandeira de Pernambuco e falando em voz alta, Jackson Nascimento lembrou a grande presença do Sertão nas obras do mestre, destacando que o povo da região sente muito orgulho de ser representado por um autor como ele. "O mestre não morre, ele permanece", resumiu.
Presidente Dilma Rousseff com o governador João Lyra Neto e a viúva, Zélia de Andrade Lima; fã homenageia Ariano cantando frevo; os diretores Guel Arraes e Luiz Fernando Carvalho (Foto: Vitor Tavares, Renan Holanda e Katherine Coutinho)Presidente Dilma Rousseff com o governador João Lyra Neto e a viúva, Zélia de Andrade Lima; fã homenageia Ariano cantando frevo; os diretores Guel Arraes (D) e Luiz Fernando Carvalho (Fotos: Vitor Tavares, Renan Holanda e Katherine Coutinho / G1)
 
O cineasta e diretor de televisão carioca Luiz Fernando Carvalho foi se despedir do escritor, de quem adaptou três obras para a televisão. "Você perguntava sobre a diferença entre jagunço e capanga e vinha uma aula sobre geografia, sobre música sertaneja, sobre geologia, sobre canto. [Ariano] É um tesouro, é um cometa raro", lamentou.

O também cineasta e diretor de televisão Guel Arraes definiu Ariano como um grande humanista. "Eu tive o privilégio de conhecê-lo. Em diversas ocasiões, desde pequeno, no trabalho, convivi com ele. Ele é um homem que viveu de acordo com as suas ideias, um homem simples, que conversava com o povo, viveu sempre perto de suas origens e, assim, se tornou universal."
Suassuna morreu na quarta (23), aos 87 anos. Ele estava internado na Unidade de Terapia Intensiva (UTI) do Hospital Português, onde foi submetido a uma cirurgia após sofrer um acidente vascular cerebral (AVC) do tipo hemorrágico, na segunda (21).
Em março de 2010, Ariano Suassuna deu uma aula-espetáculo durante o Festival de Teatro de Curitiba (Foto: Lenise Pinheiro / Folhapress)Em março de 2010, Ariano Suassuna deu uma aula-espetáculo durante o Festival de Teatro de Curitiba (Foto: Lenise Pinheiro / Folhapress)
 
 

Terra pode estar no meio de 'onda de extinção', alerta revista 'Science'

Edição da revista reuniu estudos sobre o desaparecimento de animais.
Pesquisas apontam para consequências graves para o homem.

Da France Presse
Muriqui-do-sul (Brachyteles arachnoides), que vive na Mata Atlântica, é um dos animais citados pela 'Science': primata está desaparecendo dos ecossistemas tropicais (Foto:  Pedro Jordano/Science/Divulgação)Muriqui-do-sul ('Brachyteles arachnoides'), que vive na Mata Atlântica, é um dos animais citados pela 'Science': primata está desaparecendo dos ecossistemas tropicais (Foto: Pedro Jordano/Science/Divulgação)

Enquanto o número de seres humanos na Terra quase dobrou nas últimas quatro décadas, o número de insetos, lesmas, minhocas e crustáceos recuou 45%, revelaram cientistas nesta quinta-feira (24). Além disso, a maior perda de espécies selvagens grandes ou pequenas em todo o planeta pode ser uma importante causa da crescente violência e inquietação, destacou outra pesquisa publicada pela revista "Science", como parte de uma edição especial sobre o desaparecimento dos animais.
saiba mais

Na introdução da edição, a revista destaca que a Terra já sofreu cinco grandes eventos de extinção em massa e que, neste momento, podemos estar passando pela "sexta onda de extinção".

Os invertebrados são importantes para o planeta porque polinizam cultivos, controlam pragas, filtram a água e transportam nutrientes no solo.

Entre os animais vertebrados que vivem no solo, 322 espécies desapareceram nos últimos cinco séculos e as espécies remanescentes tiveram um declínio de cerca de 25%, destacou o estudo.

"Ficamos chocados ao encontrar perdas similares nos invertebrados como nos animais maiores, pois pensávamos anteriormente que os invertebrados fossem mais resilientes", disse Ben Collen, da Universidade College de Londres.
Os cientistas atribuem o declínio de invertebrados a dois principais fatores: a perda de habitat e as mudanças climáticas globais.
 
Extinção e violência
 
Segundo eles, este declínio planetário de espécies selvagens pode estar provocando mais conflitos violentos, crime organizado e trabalho infantil ao redor do mundo.

As razões para esta intensificação se devem à escassez de alimentos e à perda de empregos, resultando em mais tráfico de pessoas e outros crimes, destacou o estudo, realizado por cientistas da Universidade da Califórnia em Berkeley.

"Este artigo identifica o declínio da vida selvagem como uma fonte de conflitos sociais e não um sintoma", disse o principal autor do estudo, Justin Brashares, professor associado de ecologia e preservação da UC Berkeley.

"Bilhões de pessoas dependem direta e indiretamente de fontes silvestres de carne para seu sustento e este recurso está diminuindo", acrescentou.

O estudo destacou, por exemplo, que o aumento da pirataria na Somália se deveu a disputas sobre os direitos de pesca. "Para pescadores somalis e para milhões de outros, os peixes e os animais silvestres são o único meio de sustento, portanto quando isto foi ameaçado por frotas pesqueiras internacionais, medidas drásticas foram tomadas", afirmou o co-autor do estudo, Justin Brashares.

Os cientistas também apontaram para o aumento do tráfico de presas de elefantes e chifres de rinocerontes como uma evidência da crescente indústria criminal vinculada aos animais ameaçados.

"As perdas de espécies selvagens puxam o tapete de sociedades que dependem desses recursos", afirmou o co-autor do estudo, Douglas McCauley, professor assistente da Universidade de Santa Bárbara.

"Não estamos apenas perdendo espécies. Estamos perdendo crianças, dividindo comunidades e incentivando o crime. Isso torna a preservação de espécies selvagens um trabalho mais importante que nunca", concluiu.


Biólogos descobrem nova espécie de sapo minúsculo na Mata Atlântica

Sapo de apenas 14 mm foi chamado de 'Chiasmocleis quilombola'.
Nome é homenagem a quilombos do Espírito Santo, onde sapo foi coletado.

Do G1, em São Paulo
  •  
Macho da nova espécie de sapos, 'Chiasmocleis quilombola', que chega a apenas 14 mm de comprimento (Foto: João F. R. Tonini/Divulgação)Macho da nova espécie de sapos, 'Chiasmocleis quilombola', que chega a apenas 14 mm de comprimento (Foto: João F. R. Tonini/Divulgação)
Pesquisadores identificaram uma nova espécie de sapo na Mata Atlântica. Nomeada Chiasmocleis quilombola, a nova espécie é minúscula, medindo no máximo 14 milímetros de comprimento na fase adulta.

A descoberta, feita por pesquisadores da Universidade de Richmond e da Universidade George Washington, ambas nos Estados Unidos, foi publicada nesta quinta-feira (24) na revista científica "ZooKeys".
 
saiba mais

A pesquisa partiu do princípio de que muitos exemplares de sapos reunidos como sendo da mesma espécie, com base apenas na morfologia dos animais, pertenciam, na realidade, a espécies variadas. Devido à semelhança entre os animais, essa distinção só é possível com análises moleculares, que avaliam o DNA.

"Estávamos intrigados pela variação morfológica desses sapos, que é pequena, mas depois dos primeiros resultados das filogenias moleculares, ficou clara a grande disparidade genética entre eles", diz o pesquisador João Tonini, um dos autores da pesquisa e aluno de doutorado da Universidade George Washington.

Os exemplares do sapo avaliados na pesquisa foram coletados em armadilhas na Floresta Nacional do Rio Preto, no município de Conceição da Barra, no extremo norte do Espírito Santo. Anteriormente, exemplares dessa espécie tinham sido erroneamente identificados como das espécies Chiasmocleis lacrimae e Chiasmocleis capixaba.

O gênero Chiasmocleis reúne 29 espécies de anfíbios distribuídos pela Amazônia, Mata Atlântica e Cerrado. Os pesquisadores nomearam o novo sapo em homenagem às comunidades quilombolas que existem no norte do estado do Espírito Santo, onde a espécie foi coletada.
 Pesquisadores Larissa Gaigher e Yuri Leite vefificam armadilha instalada na Floresta Nacional do Rio Preto, onde exemplares do 'Chiasmocleis quilombola' foram coletados Pesquisadores Larissa Gaigher e Yuri Leite vefificam armadilha instalada na Floresta Nacional do Rio Preto, onde exemplares do 'Chiasmocleis quilombola' foram coletados (Foto: João F. R. Tonini/Divulgação ) Pesquisadores Larissa Gaigher e Yuri Leite vefificam armadilha instalada na Floresta Nacional do Rio Preto, onde exemplares do 'Chiasmocleis quilombola' foram coletados (Foto: João F. R. Tonini/Divulgação )
 

Geração Selfie #4: Gringos no Brasil

Seis adolescentes estrangeiros contaram o que acham do país da Copa.
Eles participam de um programa de intercâmbio e passam um ano em SP.

Do G1, em São Paulo
 A música mais famosa do Brasil é o Lepo Lepo, segundo seis adolescentes estrangeiros que vivem há meses em São Paulo e participaram do quarto episódio do Geração Selfie. Os jovens participam de um programa de intercâmbio de estudantes do ensino médio e têm entre 16 e 19 anos. Vindos da Bélgica, Colômbia, Estados Unidos, Itália, Japão e México, eles vivem experiências diversas no país da Copa, mas alguns aspectos do Brasil parecem ser universais: todos conhecem o brigadeiro e o pão de queijo, e também sabem de cor a letra de Lepo Lepo, da banda Psirico.
 
saiba mais 
 
Os seis jovens passarão apenas um ano no Brasil, e muitos já estão perto de voltar ao seu país natal. Alejandro, Barbara, Camila, Mathilde, Ryan e Yuka vivem em países que integraram o grupo de 32 seleções a disputar a Copa do Mundo de 2014 e aproveitaram a Copa, mesmo que alguns dos times, como Japão e Itália, tenham sido eliminados ainda na fase de grupos.
Mas, além de futebol, os adolescentes também opinaram sobre comida, música e cultura no Brasil. O resultado deste Geração Selfie você confere no vídeo acima.
 
Conheça mais sobre os participantes:
Barbara Pitzianti, participante italiana do Geração Selfie (Foto: Reprodução/G1)
BARBARA, 18 (Itália)
Italiana da Sardenha, Barbara Pitzianti vive em Guarulhos em uma família brasileira que participa do programa de intercâmbio. Amante de artes cênicas, ela tem planos de terminar o ensino médio quando voltar à Itália, mas ainda estuda a possibilidade de fazer faculdade no norte da Europa, ou até mesmo no Brasil.

Yuka Toyoshima, participante japonesa do Geração Selfie (Foto: Reprodução/G1)
YUKA, 19 (Japão)
Yuka Toyoshima nasceu e cresceu no Japão. Ela chegou ao Brasil em agosto de 2013 como intercambista e atualmente mora no bairro Planalto Paulista. Em princípio, ela pode parecer calma e tímida, mas  tem muito samba no pé. Ela afirma que escolheu o Brasil como destino do seu intercâmbio porque queria dançar o carnaval.

Alejandro Luna Peña, participante mexicano do Geração Selfie (Foto: Reprodução/G1)
ALEJANDRO, 19 (México)
O mexicano da cidade de Tepic vive há dez meses no Brasil e pretende estudar engenharia mecatrônica quando retornar ao México. Risonho, engraçado e responsável, ele atualmente é hospedado por uma senhora de idade e realiza tarefas incomuns para intercambistas, como lavar a própria roupa e cozinhar.

Camila Muñoz, participante do Geração Selfie #4 (Foto: Reprodução/G1)
CAMILA, 16 (Colômbia)
A mais jovem do grupo, Camila Muñoz é também a participante do Geração Selfie #4 que chegou há menos tempo no Brasil. Ela vive em São Paulo há cinco meses e fica até o fim de 2014. Camila conseguiu ir a um jogo da Copa do Mundo. Na Arena Corinthians, ela assistiu ao jogo da Holanda contra o Chile.

Ryan Nuckols, participante americano do Geração Selfie (Foto: Reprodução/G1)
RYAN, 18 (Estados Unidos)
Ryan Nuckols acabou de completar 18 anos e atualmente vive no Tatuapé, na Zona Leste de São Paulo. Nas suas últimas semanas vivendo no Brasil, ele está hospedado em uma família que já o recebeu no início do seu intercâmbio. Além do pai e da mãe "hospedeiros", ele tem uma irmã de dez anos e um irmão de cinco.

Mathilde Lefevbre, participante belga do Geração Selfie (Foto: Reprodução/G1)
MATHILDE, 19 (Bélgica)
A belga Mathilde Lefebvre escolheu o Brasil para fazer intercâmbio por indicação de amigos. Mas ela acabou se apaixonando e, mesmo com a passagem de volta marcada para 6 de agosto, já decidiu que um dia voltará a morar no Brasil. Para ela, as melhores coisas do país são as pessoas, o sol, as praias e as festas.

FATO QUE INCOMODA!!!


Maternidade do AP registrou 3,5 mil partos de jovens entre 12 e 17 anos

Levantamento foi feito pela diretoria da Maternidade Mãe Luzia em 2013.
Número representa quase a metade dos 8,5 mil partos feitos no período.

Cassio Albuquerque Do G1 AP com informações da TV Amapá
Maternidade diz que alta de gravidez em jovens é relacionado a falta de orientação sexual (Foto: Reprodução/TV Amapá)Maternidade diz que alta de gravidez em jovens é relacionada à falta de orientação sexual (Foto: Reprodução/TV Amapá)
Um levantamento feito pelo Hospital da Mulher Mãe Luzia, a única maternidade pública do Amapá, registrou ao menos 3,5 mil partos de adolescentes com idade entre 12 e 17 anos em 2013. O número é quase metade dos 8,5 mil partos que foram realizados no mesmo ano. O dado é considerado preocupante pela diretoria do hospital, que já realizou 476 partos de meninas na faixa-etária de 12 a 15 anos nos primeiros seis meses de 2014.

Um dos motivos apontados para o elevado número de gestações na adolescência no estado ainda está relacionado à falta de proteção durante a relação sexual, segundo a direção da maternidade. Um dos casos que mais chamou a atenção de médicos e profissionais que atuam no hospital foi a realização do parto de uma menina de 10 anos, em 2003.
Ivanete diz que ficou feliz com a gravidez da filha, de 15 anos (Foto: Reprodução/TV Amapá) 
Ivanete diz que ficou feliz com a gravidez da filha, de
15 anos (Foto: Reprodução/TV Amapá)
A diarista Ivanete Farias é mãe de uma adolescente de 15 anos. A jovem engravidou aos 14 anos e foi abandonada pelo namorado após saber da notícia. Mesmo com a pouca idade da filha, Ivanete ficou feliz quando descobriu que iria ser avó de uma menina.

“Eu fiquei alegre, pois vai chegar uma criança para alegrar a minha casa. Mas já avisei a ela que eu só quero essa”, contou a diarista.

O pedreiro Nelson Santos engravidou a namorada de 14 anos, que deu à luz um menino. Ele disse que a vinda do filho não foi planejada, mas resolveu assumir a criança.
Diretor da maternidade do Amapá, Acimor Coutinho (Foto: Reprodução/TV Amapá) 
Diretor da maternidade do Amapá, Acimor Coutinho
(Foto: Reprodução/TV Amapá)
“Nós ficamos felizes com nosso filho. Eu sei que foi muito cedo para ela engravidar, mas tudo aconteceu com a permissão de Deus”, disse.
O diretor da maternidade, Acimor Coutinho, explica que biologicamente, o corpo das adolescentes não está preparado para a gestação, devido o sistema reprodutor está em formação e as próprias mudanças físicas que ocorrem nessa fase. O risco de os bebês nascerem mortos ou com doenças congênitas é ainda maior.

“Tivemos na terça-feira [22] uma adolescente de 14 anos que teve um bebê pesando mais de quatro quilos. Isso é um risco porque ela ainda não estava com o útero pronto para a gestação, diferente de uma mulher com mais de 20 anos”, reforçou.
Rayana Sanches, de 14 anos, mãe do bebê Pedro Henrique (Foto: Dyepeson Martins/G1) 
Rayana Sanches, de 14 anos, mãe do bebê Pedro
Henrique (Foto: Dyepeson Martins/G1)
Entre os casos de doenças detectadas em bebês de mães jovens, está o da adolescente Rayana Sanches, de 14 anos, mãe de Pedro Henrique Sanches. O bebê está internado desde o dia 10 de junho na Unidade de Terapia Intensiva (UTI) da maternidade. A criança foi diagnosticada com osteogênese imperfeita, doença rara conhecida como “ossos de vidro”, que causa várias fraturas devido a fragilidade dos ossos. A família diz que não tem condições de custear o tratamento.

Ao nascer, o menino sofreu traumas na clavícula, tórax e no crânio. A jovem doará o enxoval do filho, que não tem previsão de alta, segundo a direção do hospital.

Para evitar uma nova gravidez entre as jovens atendidas na maternidade, o serviço social do hospital tem feito o encaminhamento das mães de 12 a 16 anos para a implantação do DIU (Dispositivo Intrauterino), método contraceptivo que evita a gravidez por até 10 anos. Acimor informou que o procedimento também pode ser feito nas Unidades Básicas de Saúde (UBS).

quinta-feira, 24 de julho de 2014

COLUNA DO LEÃO!!!



ABERRAÇÕES E ABSURDOS
MENORES INFRATORES, UM CÂNCER QUE ASSOLA O NOSSO PAÍS.

CAROS LEITORES E LEITORAS AQUI DA COLUNA DO ARNALDO LEÃO, E A VOCÊ QUE ME SEGUE VIA FACEBOOK E BLOG DO ARNALDO LEÃO; É BOM SABER QUE ALGUÉM LER AQUILO QUE ESCREVEMOS, É MAIS QUE COMUM NA ATUALIDADE ENCONTRAR PESSOAS NAS RUAS DE NOSSA CIDADE E ME DIRIGIR A PALAVRA DIZENDO: GOSTEI DO QUE VOCÊ ESCREVEU NA SUA COLUNA, CONCORDO PLENAMENTE. MUITAS VEZES O PAI E A MÃE DE FAMÍLIA TEM VONTADE DE FALAR ALGO MAIS LHE FALTA CORAGEM PARA COBRAR OU COLOCAR PARA FORA ÀQUILO QUE PRESO NA GARGANTA E QUE INCOMODA MUITO NO DIA-A-DIA.

HOJE ESCOLHÍ UM TEMA QUE SE ARRASTA A MUITO TEMPO E QUE SE COMENTA DEMAIS EM NOSSO PAÍS. O TEMPO PASSOU E CONTINUA PASSANDO E ESSE TEMA INTALADO NA GARGANTA DE MUITA GENTE, INCLUSIVE NAS MINHA. MENORES INFRATORES, MENORES CRIMINOSOS, ESTUPRADORES, ASSACINOS, MENORES MONSTROS QUE SÃO PROTEGIDOS PELA LEI, VERGONHA NACIONAL PROTEGER UM CRIMINOSO, INCLUSIVE RESGUARDANDO SUA IMAGEM O QUE O TORNA MAIS PERIGOSO AINDA, POIS DESSA FORMA A SOCIEDADE NÃO CONHECE ESSES MALFEITORES QUE SE ESCONDEM ATRÁS DA IDADE PARA COMETER DELITOS.

ESSE É UM DESABAFO DE UM PROFISSIONAL QUE FAZ IMPRENSA A MAIS DE VINTE ANOS NO ESTADO DO PARÁ E QUE JÁ SERVIU DE PALHAÇO PARA ESSES CRIMINOSOS, POIS JÁ COBRIR PRISÃO, OU DETENÇÃO DE MENORES E LOGO APÓS SEREM SOLTOS PELA JUSTIÇA, APONTAREM O DEDO PARA ESTE COLUNISTA E 
 DIZER A LEI ME PROTEGE JÁ ESTOU SOLTO, TOMA CUIDADO.

ONDE VAMOS PARAR COM ISSO, UM CRIMINOSOS DE TREZE, QUINZE, DEZESSETE ANOS NÃO SER PRESO, TEM QUE SER DETIDO, NÃO SER CONSTRANGIDO, A IMAGEM NÃO PODE SER DIVULGADA, MAIS ELE PODE MATAR, ROUBAR, ESTUPRAR, SERVIR DE AVIÃOZINHO PARA TRAFICANTES, ARROMBAR RESIDÊNCIAS, E ACIMA DE TUDO VOTAR E ESCOLHER NOSSOS GOVERNANTES! A VERGONHA MAIOR MINHA GENTE. MAIS UMA VEZ PERGUNTO ONDE VAMOS PARAR? O MENOR PODE FAZER TUDO DE RUIM, ELE PODE COMETER OS PIORES CRIMES, MAIS NÃO PODE TRABALHAR, NÃO PODE LEVAR UMA PALMADA DOS PAIS, NÃO PODE SER CASTIGADO DE FORMA ALGUMA, ISSO É POR QUE O NOSSO PAÍS TÁ AVACALHADO, NÃO PEÇO DESCULPAS PELO TERMO QUE USEI, PORQUE ESTOU FALANDO A VERDADE, E QUEM FALA A VERDADE NÃO MERECE SER PUNIDO. QUANTOS PAIS DE FAMÍLIA JÁ FORAM MORTOS POR MENORES, QUANTOS ASSALTOS, QUANTOS ESTUPROS, E QUANDO SÃO PEGOS, APONTAM DE IMEDIATO O DEDO PARA O PROFISSIONAL DE SEGURANÇA, (POLICIAL MILITAR OU CIVIL), E DIZEM EM ALTO E BOM TOM; NÃO BOTA A MÃO EM MIM SOU DE MENOR E A LEI ME PROTEGE! MUITO ENGRAÇADO ISSO!

ENQUANTO COPIAMOS O QUE NÃO PRESTA DOS ESTADOS UNIDOS COMO AS MÚSICAS QUE NINGUÉM ENTENDE NADA, DEVERÍAMOS COPIAR AS LEIS, QUE PUNE SEVERAMENTE QUEM COMETE ATROCIDADES SEJA ELA QUAL FOR. É DEVIDO A PROTEÇÃO QUE A LEI FAZ A ESSES DEMÔNIOS QUE O ÍNDICE DE CRIMINALIDADE AUMENTA NO PAÍS, NÓS PAIS NÃO PODEMOS MAIS CASTIGAR NOSSOS FILHOS, NEM MUITO MENOS ARRUMAR, ARRANJAR, COMO QUEIRAM FALAR, UM TRABALHO PARA ELES, ISSO NÃO! PORQUE CONSTRANGE O ANJINHO, ANJINHO ESSE QUE PODE COMETER QUALQUER CRIME, INCLUSIVE CONTRA VIDA DE PESSOAS DE BEM.

NOS NOTICIÁRIOS DO NOSSO PAÍS O QUE MAIS VEMOS É REBELIÃO NAS CASAS DE DETENÇÃO DE MENORES, CRIMINOSOS RESGATANDO MENORES QUE SÃO USADOS NO MUNDO DO CRIME, MENORES EM AÇÃO MATANDO, ROUBANDO, ESTUPRANDO E A JUSTIÇA NADA PODE FAZER POIS OS MESMOS SÃO PROTEGIDOS PELA LEI, FICA AQUI O REPÚDIO DESTE COLUNISTA EM RELAÇÃO A ESSE FATO IMORAL E VERGONHOSO QUE É PROTEGER MENOR CRIMINOSO.

QUE A CARAPUÇA CAIA NAS CABEÇAS CERTAS E QUE DEUS NOS LIVRE DESSES CRIMINOSOS QUE COMO JÁ FALEI, SE ESCONDEM ATRÁS DA IDADE PARA COMETER ATOS SUJOS, IMUNDO, OU SEJA CRIMES HEDIONDOS E QUE FICAM IMPUNES.
É A MINHA OPINIÃO E DEFENDO ELA COM UNHAS E DENTES.

DITO E ESCRITO!

ARNALDO LEÃO.